Querer e Desejar tem diferença

Querer e Desejar Tem Diferença

Será que Querer e Desejar tem diferença? Ou será que é apenas uma questão de semântica? E no final das contas, dá no mesmo querer e desejar?

Afinal, se quero ou desejo algo, o que importa é que tenho a intenção que aquilo me pertença. Seja um objeto, uma pessoa, um lugar, um comportamento, etc. Enfim, quero, desejo, e ponto.

A maioria das pessoas nem parou pra pensar nisso, ocorre que tem muita diferença. Querer e desejar tem diferença sim, e talvez aí esteja o principio da maior parte dos conflitos internos.

Ocorre que o “querer” está no consciente, no real, no concreto. É básico querer algo por impulso, no instante que vemos, que sentimos o aroma, que tocamos, ou que simplesmente ouvimos. Afinal, estamos usando um dos 5 sentidos, pois ocorre em estado de alerta, no consciente.querer-e-desejar-tem-diferença

No entanto, o “desejar”, é tão intrigante que a humanidade tenta entender e controlar há séculos. E não é simples, pois reside no nosso subconsciente. Encontramos no site de Iba Mendes, o termo desejo (em alemão, Wunsch) no artigo que cita a obra do pai da psicanálise, Sigmund Freud, onde o “desejo” pode ser visto e estudado na sua definição mais detalhada na segunda parte da obra “Interpretação dos sonhos” (1900).

Há muita diferença entre “Querer” e “Desejar”

Assim, querer e desejar são termos tão distintos quanto ver e identificar algo. Posso ver e não identificar um objeto (por não ter na lembrança ou desconhecer), ou identificar sem ver (P.ex. sentindo o aroma, ou tocando de olhos vendados).

Simples, porque quando vejo algo me utilizo do meu consciente, que traduz o que é real, concreto. Ocorre que, para identificar o que está na minha frente, recorro ao meu subconsciente, onde reside as lembranças, memórias, recordações e crenças.

Assim, o querer está no meu consciente, eu sei o que quero, seja uma viagem, um carro novo, um salario melhor. Quero perder “alguns quilinhos”, mas o grande problema é que não desejo, fazer exercícios, acordar cedo, deixar de comer doces, ou de beber cerveja com meus amigos, etc…

Os desejos estão relacionados a emoções: como dor, preguiça, satisfação, saciedade, alegria, medo, tristeza, fuga de problemas, crenças limitantes. Então, Querer e Desejar tem diferença.

Sem alinhamento do que se QUER com o que se DESEJA, o resultado é nulo.

querer-e-desejarQuerer emagrecer e não desejar fazer exercícios, estão desalinhados e portanto a pessoa não irá obter mudanças, nem tão pouco resultados positivos.

Assim, se quiser uma vida com mais saúde ou melhores ganhos financeiros, pergunte-se: O que eu QUERO melhorar? E para que isso aconteça, o que eu preciso mudar? Eu DESEJO fazer isso?

Para quem tem o desejo (que está no subconsciente) desalinhado com aquilo que quer que aconteça na sua vida, pode recorrer a sessões de hipnoterapia. O profissional terapeuta, irá auxiliar nas questões que impedem este alinhamento e reprogramar seus desejos, suas crenças limitantes. Assim você passará a desejar fazer atividade física para perder peso, por exemplo.

 

Pedro Luiz Ramos Mazine. Engenheiro Civil e Administrador de Empresas. Pós-graduado em Marketing pela FGV-SP e MBA em Gestão de Pessoas. Instrutor Master Coach, Consultor, Hipnoterapeuta e Diretor da empresa MENS SANA Treinamentos.

5 (100%) 2 votos

Participe: